-->>LIMITE PARA POSTAR L10'S, CONTRATOS E PAGAR INSCRIÇÃO: 16/09

Você não está conectado. Conecte-se ou registre-se

[LNG] ESTATUTO OFICIAL 2017

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo  Mensagem [Página 1 de 1]

1 [LNG] ESTATUTO OFICIAL 2017 em Sex Ago 25, 2017 6:43 pm



Capítulo 1 - Entidade

Art. 1º - A Liga Nacional de Gogos , designada pela sigla LNG , é uma entidade com o proposito de organizar e gerenciar campeonatos dentro do Habbo Hotel BR/PT , no formato original dos GOGOS. Sendo fundada pelo habbo :Deletado:: em agosto de 2017.

Art . 2º - A Liga Nacional de Gogos  é uma organização privada que possui uma equipe própria para administra-la, sendo assim, não associada a qualquer outra empresa real.

Art. 3º - A Liga Nacional de Gogos  não tem objetivos lucrativos , aplicando , assim , as receitas e recursos financeiros gerados pela entidade em pagamento aos membros, manutenção de quartos, administração, pagamento de prêmios, etc.

Art. 4° - A Liga Nacional de Gogos  não é uma cópia ou imitação de qualquer entidade que organiza torneios de futebol no habbo , mas sim uma nova forma de organização de torneios , em um formato caracteristico dos GOGOS.


Cápitulo 2 - Membros em geral

Art. 1° -Times que tomarem 2 w.o’s seguidos serão retirados da LNG (Caso a LNG defina os w.o’s devido a falência do clube) e os responsáveis serão banidos da entidade , isso acontece caso o presidente e/ou responsável não tiverem uma desculpa plausível, para justificar a falta do time. No caso de um w.o, o time pagará a taxa de 5 Câmbios por w.o tomado.

Art. 2° - Uma pessoa pode ser presidente , responsável de apenas 1 time , em um torneio.

Art. 3° - Presidentes e responsáveis pelos clubes devem entrar em acordo para marcar jogos, caso não haja acordo de ambas as partes, ou seja, caso eles não queiram marcar o jogo o resultado será empate técnico. Caso apenas um dificulte e o outro queira marcar, o w.o será dado ao time que não dificultou a marcação do jogo.

Art. 4° - Se um ou mais jogadores participarem irregularmente por uma partida (Sem contrato, barrado, banido ou com outro alíbe que o impede de jogar) o time dele (s) será multado com 10 câmbios. Caso o time tenha vencido, o placar será revertido e os gols e assistências com gols (gols) do (s) jogador (es) serão retirados. Além disso, o árbitro que apitou a partida levará uma punição de 1 rodada sem apitar jogos na LNG.

Art. 4° Parte 2 - Caso o time tenha perdido a partida com jogadores irregulares, apenas os gols e assistências com gols (gols) dos jogadores (Caso tenham feito) serão retirados.

Art. 4° Parte 3 - Caso o time insista em colocar jogadores irregulares em 2 partidas consecutivas ou mais, o mesmo pode perder de 3 á 6 pontos mais as punições ditas anteriormente e o presidente por clube pode ser banido por tentativa de enganar a LNG.

Art. 4° Parte 4 - Caso os dois times em uma partida joguem com jogadores irregulares, o placar será dado como empate técnico, mesmo que um desses jogadores tenham feito mais em um jogo,  além disso, os dois times serão multados em 10 Câmbios cada.

Art. 4° Parte 5 - Caso um time vença uma partida em um jogo de mata-mata não é seguido o que é dito anteriormente,  o jogo é remarcado e o time é multado em 15 câmbios.

Art. 4° Parte 6 - Em casos de jogadores que não postarem presença e o árbitro não observe a irregularidade o jogo é remarcado caso o clube do jogador irregular vença a partida e o árbitro é punido com 1 jogo de suspensão.

Art. 5° - Caso haja alguma interferência (Mover mobs, dar pickall, kickall,etc) de uma time mandante durante um jogo que atrapalhe a partida, o visitante vencerá a partida por W.O. Caso o autor dessa infração seja o árbitro (só será aplicado isso se for provado que foi o árbitro) o mesmo tomará banimento da LNG e o jogo será remarcado.

Art. 6° - Todo membro da LNG pode ser juiz, dono de time, jogador, etc.

Art. 7° - Membro que jogar em fake será banido, caso for provado, além do banimento por fake, será adicionado tentativa de enganar a LNG.

Art. 7° Parte 2 - Jogadores que forem banidos por fake ou emprestar conta terão seus gols e notas anulados em todo campeonato, caso o(s) fake (s) tenha jogado partidas de mata-mata e não haja possibilidade de ressarcir o time prejudicado (Remarcação de jogo, caso ele tenha acontecido  recentemente e tenha ), o clube é imediatamente eliminado. Além da perda de gols e assistência com gols, os resultados serão reparados, atualizando com a anulação dos gols e assistência com gols.

Art. 8° - Jogador que entregar jogo intencionalmente e for provado será banido por modismo.

Art. 9°
- Membro mercenário, caso provado com print’s ou vídeos, será banido por tentativa de enganar a LNG e modismo, caso seja um caso de um jogador.

Art. 10° - Membro que vender programas como para derrubar internet, aumentar o click, etc será banido.

Art. 11° - Jogador que estiver em 2 L10's com 2 contratos sem nenhuma liberação de algum dos 2 clubes , terá que escolher que time defenderá , e caso persista , será banido por tentativa de enganar a LNG.

Art. 12° - Quando o jogador for banido, e pagar  seu desbanimento caso ele tenha cumprido os 5 dias de suspensão poderá atuar pela LNG, caso contrário o mesmo será dado como irregular na partida.

Art. 13° - Time que entrar na LNG ao decorrer do campeonato (por abandono) com uma boa pontuação ficará com a metade dos pontos da vaga do antigo time (Exemplo: Remo entrou no lugar do ceará e ceará tinha 10 pontos, o remo terá agora apenas 5 pontos) , porém se o novo time entrar no lugar do antigo e o mesmo estiver na zona de rebaixamento do campeonato ou perto dela, os pontos não serão diminuídos.

Art. 14° - Print’s de denúncias não serão válidos caso sejão  de programas de smarthphones, celulares comuns, etc. O print será valido apenas pelas  conversas no computador (Seja no habbo , fórum da LNG)

Art. 15º - Print's de contratos com a imagem modificada ou não, serão válidos, desde que a imagem não esteja ofuscada ou não seja possível a percepção do contrato. Para print's de denúncias a imagem não pode estar modificada (cortada), caso contrário será invalidada.

Art. 15° Parte 1 - Membros da LNG caso troquem de conta em um mesmo campeonato, deverão postar mudança de conta no fórum da LNG (Para poderem atuar na 2°conta utilizada no campeonato), caso contrário serão dados como irregulares na entidade.

Art. 15° Parte 2 - O membro só poderá trocar de conta 1 vez a cada 1 mês , caso forem banidos de estádios , hackiado ou qualquer outro motivo plausível será permitido a troca acima do limite , caso contrário a 2° troca será proibida pela LNG.

Art. 16° - Jogadores que tomarem 3 cartões amarelos ficarão suspensos por 1 rodada (Após cumprir 1 jogo de suspensão , seus cartões zerarão , ou seja começará do 0 novamente) , caso tome o cartão vermelho o jogador ficará suspenso também por 1 rodada. Os cartões zeram ao inicio do mata-mata.

Art. 17° - Um jogador não pode atuar por 2 times na mesma rodada , caso contrário o mesmo é banido por tentativa de enganar á LNG e os gols do atleta são retirados no seu segundo jogo disputado.

Art. 18° - Membros só serão banidos mediante provas e elas só serão aceitas caso tenham acontecido a menos de 1 mês.

Art. 19° - Jogadores suspeitos de fake serão barrados, logo os mesmos terão o direito de se desbarrar com quem o barrou , podendo se desbarrar utilizando preferencialmente pelo programa de compartilhamento de telas TeamViewer ou por Skype.

Art. 20° - Os preços para mudanças de l10’s na LNG são: - 3 Câmbios mudança obrigatória, 2 câmbios por jogador retirado (por liberação) e 2 câmbios por cada jogador colocado na l10.

Art. 21° - Um time só pode mudar a L10 a cada 5 dias.

Art. 22° - Todos os jogadores na LNG devem ter o programa TeamViwer para caso sejam solicitados as telas dos mesmos eles apresentarem a mesma com esse programa, a principal ferramente da LNG é este programa, mas cabe ao investigador,  caso ele queira, também pode pegar pelo programa Skype, é opção dele. Jogadores que alegarem não ter o programa , que no jogo ainda irão baixar o mesmo, terão um tempo estimado pelo investigador para baixar o programa , caso se recuse a baixar ou não baixe , gols e assis serão retirados do jogador.

Art. 23° - Membro banido, pode ser desbanido em qualquer dia, podendo ser ou não a sua atual equipe a desbanir o mesmo, caso não seja a sua antiga equipe, deverá pagar também a multa do contrato à ela para poder atuar no novo clube.

Art. 24° - Jogador só pode sair de um determinado time fora de negociações por empréstimo (Seguindo as normas de empréstimos)  ou liberação sem multa, no caso de vendas somente durante as negociações. Caso haja alguma venda de jogador fora de negociações o responsável por comprar terá que devolver os câmbios referente à venda ilegal e o jogador permanecerá na l10 do antigo clube.

Art. 25° - Membro da LNG que ameaçar ou/e  derrubar a internet de outro membro, será banido caso provado com print’s ou vídeos.

Art. 26° - O jogador que jogar a última rodada da fase de grupos por um time ou estar na L10 (apenas os campeonatos que tem fase de grupos), não poderá jogar as fases finais por outro time (não poderá se transferir a nenhum clube) , caso contrário o jogador será dado como irregular.

Art. 27° - O jogador que for suspenso em uma campeonato, deve cumprir sua suspensão , caso contrário será dado como irregular e o arbitro que não observou a irregularidade será punido pena LNG.

Art. 28° -  Membro da LNG que for banido da entidade não poderá participar de nenhuma atividade nela (Ex: Cuidar de time, ser jogador, apitar jogos, etc) Caso o mesmo persista em desobedecer esta regra, seu banimento será aumentando.

Art. 29° - Membro da LNG que fizer montagens em imagens para auto-favorecimento ou para prejudicar alguém ou algum time será banido por tentativa de enganar a LNG , mediante a provas.

Art. 30° - A LNG não julga um print se é brincadeira do denunciado ou não (no caso de acusações, algo que seja proibido na LNG como caixa e tanji) o membro paga por oque fala, portanto a LNG julga o print e não se baseia em teses , no caso de  uma brincadeira, tem que estar explícita no print (Ex:'' zoa '', ''zoeira'' , ''estou zuando'' , e etc...), caso contrário a LNG julgará oque estiver no print, independentemente de quem seja.

Art. 31° - Denúncias de pessoas no habbo que nunca participaram da LNG (Nem no passado, nem no presente) não serão válidas.

Art. 32° -Jogador que se banir para atuar em outro clube (o responsável tem o direito de não querer emprestá-lo ou liberá-lo fora de negociações) tem sua multa aumentada 2 vezes  do valor do banimento que  foi banido e também será adicionado modismo.

Art. 33° - Cartões amarelos de um jogador são zerados apenas no mata-mata.

Art. 34° - Todos os times devem cadastrar seus jogadores nos devidos tópicos no fórum (postar contratos , nas abas de cadastro do seu time) . Os jogadores que não forem cadastros , ou seja não tem contrato , serão considerados irregulares na LNG.

Art. 35° - Quando um jogador para de jogar (É considerado assim, caso esteja 14 dias sem logar no habbo) e ele está em um time, o clube pode tirar o atleta da sua L10 sem que pague nenhuma taxa a LNG , podendo adicionar outro jogador no lugar do jogador ausente , sem pagar nada a instituição. Porém caso o jogador volte a jogar e opte por ir a outro clube, deverá pagar a multa referente ao contrato do time que ele estava antes de parar.

Art. 36° - Denúncias de jogos/jogadores irregulares depois de 1 semana do fato ocorrido não serão válidas na LNG, ou seja, os jogos que tiveram jogadores irregulares jogando e a denúncia foi feita somente depois de 1 semana, a denúncia será inválida, porém a situação da irregularidade do jogador/time deve ser concertada, mas sem punição.

Art. 37° - O membro que pedir a algum jogador para ele emprestar a conta para jogar um jogo pela LNG será banido por tentativa de enganar a LNG.

Art. 38° - Caso algum membro ou clube use programas proibidos pela LNG (caixa ou tanji , vice-versa) ou façam esquema de trapaças durante o jogo, os envolvidos serão banidos por '' uso de programas '' , caso o presidente ou responsável  por o clube saiba e participe o time corre risco de ser retirado da LNG , caso o time esteja jogando mata-mata o time é eliminado e o presidente e/ou responsável será banido por tentativa de enganar a LNG , caso saibam do ocorrido.

Art. 39° - Caso alguma pessoa que não seja o jogador envolvido em uma partida  dê presença no tópico afirmando ser o mesmo, quem deu presente no lugar do mesmo é banido por tentativa de enganar a LNG , e o jogador é dado como irregular. O próprio jogador deve postar presença em um jogo por conta própria.

Art. 40° - Os programas para burlar a Liga Nacional de Gogos - tanji e caixa - é extremamente proibido na entidade, as pessoas que usarem esse programa, ou até mesmo terem no computador , caso provado serão banidas por '' uso de programas '' na LNG.

Art. 41° - Caso o presidente ou/e responsável por clube que tiver multas ou contratos com jogadores pararem de habbo, no caso dos mesmos não tiverem abandonado seus clubes e não tenham sido banidos, por exemplo em uma passagem de campeonatos, as multas passam para o responsável, caso tenha sido o presidente que parou e vice-versa. Caso os dois tenham parado de habbo os jogadores são liberados de graça automaticamente.

Art. 42° - As multas por punições ou/e irregularidades arbitradas aos times devem ser pagas com o prazo de 7 dias pelo presidente ou responsável do time multado. Caso passe dessa data, o time só poderá atuar na LNG com o pagamento da taxa. Cada dia de atraso rende um juros de 5 Câmbios + a multa normal que o clube recebe.

Art. 43° - Caso a l10 de um clube tenha menos que 6 jogadores ativos (Jogadores que logam no Habbo que não estão banidos da LNG , ressaltando que só é considerado como parar de habbo se o jogador ficar 14 dias sem logar) o time poderá mudar sua l10 independentemente da situação do seu clube na competição ou dos dias que ele já tenha mudado sem ter que pagar nada.

Art. 44° - Quando solicitado a tela a um jogador suspeito (Durante ou após o jogo), a partir de que o investigador ou superior encontre provas que o jogador está irregular, fake ou usa programas indevidos o jogador é banido da LNG e seus gols e assistência com gols no jogo e no campeonato (caso tenha feito) são retirados. Caso o presidente ou responsável do clube tenha o consentimento do fake, o time e o presidente estará sujeito a punição.

Art. 44° Parte 2 - O jogador que recusar-se a dar tela a um investigador ou superior da LNG será banido por '' Recusar tela '', além disso os gols que tiverem sua participação (Gols e gols com assistências) serão retirados conforme regra.

Art. 45° - Membros que destruirem estádios feitos pela LNG ou feitos pelos clubes será banido com multa de 50 Câmbios por ‘’ destruir patrimônio ‘’, caso o delito seja causado com jogos em andamento o membro é banido por 200 Câmbios.


Capítulo 3 - Regras antes e depois do jogo

Art. 1º - Em campo apenas os jogadores titulares de ambas as equipes.

Art. 2º - Tanto na entrada dos jogadores, como no estádio apenas o árbitro poderá ter direitos em casos de bagunças em que o juiz ou mais pessoa possua direito a LNG não se responsabilizará.

Art. 3º - Para que uma partida comece é necessário a quantidade mínima de jogadores que é de 3 pessoas, em casos que não haja os 3 jogadores o árbitro deverá aplicar o W.O.

Art. 4º - Caso uma das equipes demore a chegar o árbitro (conta-se apenas apartir do momento que o juiz chega a entrada) deverá esperar 15 minutos para aplicar W.O.

Art. 5º - Lista de jogadores irregulares não são validas para o jogo, em casos que um jogador atue irregular o placar será revertido na fase de grupos e remarcado no mata-mata , e tanto o jogador como o árbitro estão sujeitos a uma punição estipulada pela LNG.

Art. 6º - Acessórios grandes, como cabelo, boné, ou quaisquer outros que prejudique a visão dos outros estão proibidos o árbitro deverá pedir que o usuário retire e se persistir deverá aplicar o cartão amarelo.

Art. 7º - O jogador não poderá usar sapatos, chinelos apenas chuteira.

Art. 8º - Quando uma equipe tiver apenas 3 jogadores em campo o goleiro poderá passar do meio-campo caso, o goleiro passe do meio-campo com 4 jogadores, o árbitro deverá da pênalti a equipe adversária e aplicar o cartão amarelo ao goleiro.

Art. 9º - O árbitro só poderá acabar a partida quando ela estiver fora de situação de gol ou falando passou do meio acabou.

Art. 10º - Quando um jogador sai da partida o árbitro deverá esperar 3 minutos para que o mesmo volte caso não volte a substituição passa a ser obrigatória , caso o time adversário estiver com apenas 3 jogadores no momento da queda do jogador , deve-se esperar 5 minutos para o retorno do jogador , caso não volte será decretado W.O para a equipe adversária.

Art. 11º - Substituições só podem acontecer quando a bola estiver parada seja por gol ou falta.

Art. 12º - Todos os jogadores da equipe deverão está padronizado ou seja com visuais iguais com exceção do goleiro.

Art. 13º - O número máximo de substituições em uma partida é de 5 substituições.

Art. 14º - Não pode clicar 2x na bola caso contrário poderá resultar em falta fora da área ou pênalti dentro da área (Em relação a posição da bola no campo).

Art. 15º - Se um time demorar 15 minutos para comparecer ao jogo , e o time adversário já esteja com a quantidade mínima de jogadores para uma partida (três), o time que estiver adequado vencerá por W.O. Os 15 minutos são contados a partir do horário em que o juiz chega ao quarto

Art. 16º - Uma partida oficial tem uma duração de 30 minutos, 15 minutos cada tempo + acréscimos.

Art. 17º - A equipe mandante deverá da dois dias ao visitante , e o visitante escolher um dia e dá dois horários na hora pro mandante da marcação dos jogos.

Art. 18º - Em caso que a LNG disponibilize dois dias ou falte dois dias para expirar o prazo e caso o jogo ainda não esteja marcado, a equipe mandante tem obrigação de oferecer os dois dias , caso sobre apenas um dia para marcação do jogo , o time que não marcou o jogo será decretado W.O para a equipe adversária.

Art. 19º - A diferença de um horário para o outro na hora de marcação é de 30 minutos.

Art. 20º - Partidas oficiais poderão ser realizadas de 18h00 até 21h00 no horário de Brasília.

Art. 21º - Todos os jogadores devem da presença para a partida , caso não dem presença , serão dados como irregulares , provocando a remarcação do jogo.

Art. 22º - Caso um jogador de presença e a partida já tenha começado , e ele assim que dê a presença já poderá entrar em campo.

Art. 23° - Quando um jogador fazer a falta (Clicando 2x na bola , queimando a saída de bola , não respeitando os 3 quadrados do goleiro) o árbitro deve dar primeiramente aviso , caso se repita amarelo , na terceira vez outro aviso (amarelo + aviso) e caso o mesmo repita novamente este ato, o juiz deve expulsar o jogador , provocando o cartão vermelho.

Art. 24° - Falta pode ser cobrada de duas maneiras: domina e bate/toca ou bate/toca direto, caso fação alguma coisa diferente dessas duas maneiras, é reversão ou seja a falta fica a favor do adversário.

Art. 25° - O usuário deverá da dois quadrados de distância da bola e do jogador adversário quando cobrar a falta/pênalti.

Art. 26° - Se o goleiro dominar dentro da área, 3 quadrados de espaço para ele repor a bola, caso o adversário desrespeite, tomará aviso na primeira vez, caso persista amarelo e assim segue a ordem do Art. 23º desse capítulo III.

Art. 27° - Jogador que domina a bola tem 5 segundos para soltá-la, caso não obedeça, o árbitro deverá seguir a ordem do Art. 23º desse capítulo III.

Art. 28° - Caso um jogador queime a saída de bola do outro time, o árbitro deve punir o jogador que praticou a infração seguindo a ordem do Art. 23º desse capítulo III.

Art. 29° - Caso o jogador ofenda o árbitro deverá aplicar o cartão amarelo na primeira vez, caso repita deve aplicar o cartão vermelho.

Art. 30° - Jogador que cometer pênalti deve receber cartão amarelo, caso repita o mesmo erro, deve receber cartão vermelho.

Art. 31° - Jogador que dançar, colocar efeito, sentar, colocar placas, ou qualquer outro que interfira com a bola em andamento deve receber cartão amarelo, caso repita, deve tomar o cartão vermelho. No momento do gol , ou seja sem a bola rolando , é permitido.

Art. 32º - A falta/pênalti é cobrado em relação a onde a bola estava no momento da falta.

Art. 33° - O pênalti é cobrado da seguinte forma: Somente um cobrador na bola na qual este domina a bola em diagonal (esquerda ou direita) e chuta reto ou cruzado (na trave , nas diagonais) , ou chuta reto sem precisar do domínio da bola.

Art. 34° - Em casos que haja dois cobradores e mesmo assim cobrem (sendo gol ou não) o árbitro deve anular a cobrança e a bola passa a ser do goleiro da equipe adversária.

Art. 35°- O goleiro no pênalti pode ir para onde quiser, se adiantar na bola, ficar no gol, ir de um lado para o outro, ele é quem decide porém, deve da uma distância pelo menos 1 quadrado de distância da bola.

Art. 36° - Não há rebote, se o goleiro pegou, o juiz para a bola e o time que defendeu o pênalti sai jogando normalmente com o goleiro. O time adversário deve sair da área do goleiro.

Art. 37° - Caso três jogadores prendam a bola no escanteio e nenhum deles saiam , o arbitro deverá dá bola ao chão ou seja , disputa de bola entre dois jogadores das duas equipes.

Art. 38° - Cartões amarelos sempre zeram no mata-mata

Art. 39° - Jogador que for expulso não poderá retornar a mesma partida, e a equipe passa a jogar com um jogador a menos desde que respeite a quantidade mínima de jogadores, caso contrário será efetuado W.O

Art. 40º - Em pênaltis são 4 cobranças para cada lado.

Art. 41° - Jogadores que forem banidos por uso de tanji , caixa ou emprestar conta não poderão disputar títulos individuais mesmo que sejam desbanidos. Isso vale somente para o campeonato cujo período o jogador foi banido, e outras medidas podem ser tomadas (outras punições, ditas no estatuto) seguindo o estatuto.


Capítulo 4 - Arbítros

Art. 1°- Erro de juiz por falta de conhecimento, ou distração, pode não alterar nada no jogo. Portanto denúncias de erros leves mesmo com provas em nada alterarão no resultado, entretanto, denúncias graves com provas poderão alterar a definição do jogo.

Art. 2° - Caso um erro grave de um árbitro seja comprovado, o tal juiz está sujeito a punição, ou seja, ficar 1 jogo sem apitar jogos na LNG ou ser retirado da lista de juízes e o jogo é remarcado.

Art. 3° - Erro de propósito de algum juiz para beneficiar algum time amigo, resultará em banimento por tentativa de enganar a LNG do mesmo e o jogo será remarcado.

Art. 4° - Árbitros não podem apitar jogos dos times que têm alguma ligação com eles no habbo (por exemplo ser jogador do time) , caso contrário o árbitro é banido por tentativa de enganar a LNG e o jogo é remarcado.

Art. 5° - Árbitros poderão receber salários pelo número de partidas apitadas na LNG, quanto mais o árbitro apitar jogos, mais ele ganhará câmbios e também poderá se tornar algum dia Presidente da ANAF.

Art. 6° - Só poderá apitar jogos na LNG , se estiver na lista de juízes no fórum , ou for autorizado por algum superior (Presidente da LNG , Vice-Presidente da LNG)

Art. 7° - Um árbitro tem 24 horas depois do jogo apitado para postar a súmula referente ao mesmo, caso contrário ele será banido (caso não tenha um motivo plausível , para não ter postado no tempo permitido) , provocando a remarcação da partida , caso poste a súmula nada ocorrerá.

Art. 8° - Todo árbitro em campo deve checar a existência de wired e se os jogadores estão sem caixa , somente com a bola (solicitando o teste do cc)

Art. 9° - Todo árbitro deve checar as l10’s dos times nos jogos para ver se algum jogador está ou não regularizado na l10, caso um jogo aconteça com jogadores que estiverem irregulares na l10 o árbitro é punido com multa de 5 Câmbios.

Art. 10° - O árbitro ou membro que for provado via print's ou vídeo que bagunçou o estádio será banido por destruir patrimônio.

Art. 11° - Reclamações de jogadores ou outras pessoas por notas dadas por árbitros nas súmulas de nada valerão em denúncias, porém caso o árbitro faça isso intencionalmente a fim de prejudicar um jogador ou alguma equipe, caso seja provado ele é banido por tentativa de enganar a LNG e o jogo pode vir a ser remarcado.

Art. 12° - Árbitro que expulsar presidente ou responsáveis de clubes em um jogo (seja entrada ou estádio) será retirado da lista de árbitros da LNG.

Art. 13° - Os árbitros de cada partida devem acompanhar o fórum no tópico de presença dos jogadores do jogo à medida que eles postem presente e estejam regularizados para jogar.

Art. 14° - Durante as partidas, os árbitros não podem expulsar torcedores do quarto. Apenas se o mesmo tiver um bom motivo para fazer esta ação. Caso for uma expulsão por motivo pessoal, o mesmo corre risco de ser retirado da lista de árbitros da LNG.

Art. 15° - Em partidas oficiais, os árbitros devem descrever e dar as notas aos jogadores com base no que os jogadores realmente fizeram e não distribuir notas exorbitantes a todos , dar apenas o que o jogador realmente merece , não levando amizade em conta , ou brigas que aconteceram.

Art. 16° - Todos os árbitros devem estar caracterizados como tal com o uniforme ao atuarem apitando jogos. Os juizes devem ter sua fala na cor amarela , e uniforme caracteristico e identificavel.

Art. 17° - O árbitro que enquanto estiver apitando uma partida abandoná-la sem justificativas ou sem voltar a apitá-la imediatamente será banido com multa de 50 Câmbios. Caso ele demore ou não volte, a partida deve ser remarcada por completo (se ele abandonar no ínicio) ou ser remarcada a partir do momento que ele saiu (se a partida já estava na metade pra frente). A súmula incompleta deve ser entregue pelo árbitro a superiores da LNG, que devem decidir segundo a regra onde a partida recomeçará.


Capítulo 5 - Multas e Contratos de Jogadores

Art. 1° - O responsável ou presidente de clube que paga os câmbios da multa de um jogador se torna seu dono automaticamente, mas caso não faça o contrato e não coloque o jogador na L10, perde o poder sobre ele e o jogador se torna jogador de fora.

Art. 2º - O dono da multa de um jogador é o responsável ou presidente do clube que pagou pelo jogador, ou seja apenas aqueles que compram (responsáveis ou presidente) detém a multa contratual dos jogadores. Caso os jogadores vierem de fora, o dono da multa é logicamente da pessoa que fez o contrato.

Art. 3° - Depois de feito o contrato com algum jogador, o responsável ou presidente de clube tem no máximo 1 semana para mudar a l10 incluindo nela esse jogador, caso contrário o jogador pode mudar de time sem pagar nada.

Art. 4° - Apenas presidentes e responsáveis de clubes podem fazer contratos e pagar multas de jogadores, caso seja outra pessoa que não é responsável, o contrato é considerado como inválido caso não avisar aos presidentes da LNG.

Art 5º - Quando um jogador para de jogar habbo e tem contrato com um time ele deve pagar a multa do contrato caso volte a jogar algum dia. Nesse caso o responsável por clube pode tirar o jogador da sua l10 (Sem que pague nenhuma taxa a LNG) , porém não perderá os câmbios, será considerado que o jogador parou apartir de que ele não entra á 14 dias no habbo.

Art. 6º - Contratos de jogadores com times que não participam da LNG não são válidos.

Art. 7º - As multas contratuais variam de 0 á 15 Câmbios de cada jogador, preço definido pelo presidente ou responsável do clube.

Art. 8° - Todos os print’s dos contratos e multas pagas de cada time devem ser postados no tópico de cadastros do campeonato e tópico do time.

Art. 9º - Presidente ou responsáveis de clubes não podem postar os print’s de contratos e multas durante ou após o jogo, caso isso aconteça o jogador é considerado irregular na partida.

Art. 10º - O primeiro banimento de um membro na LNG é com a multa normal do banimento, apartir do segundo banimento do mesmo, dobra-se a multa do desban, banido 3 vezes triplica, 4 quadriplica, etc. (Exemplo: :Deletado:: banido por modismo , modismo = 100c, 1x = 100c, 2x = 200c, 3x = 300c, 4x= 400c)

Art 11° - Presidente de clube e responsáveis que deixarem seu time tomar 1 W.O terão que pagar 5 câmbios a LNG e se deixarem tomar 2 W.O's seguidos os mesmos serão banidos por abandono de clube e o time excluído da LNG.

Art. 12° - Em negociações, caso um presidente ou responsável por clube contrate um jogador e depois de o contrato feito e multa paga o jogador queira sair do time o presidente não é obrigado a o liberar , apenas emprestar se estiver no meio do torneio , e se o próprio presidente ou responsável que sejam donos da multa quiserem , no periodo de negociações se tiver oferta , a venda é obrigatoria.

Art. 13° - Jogadores que terminarem na l10 dos seus times ao fim dos campeonatos terão multas nas negociações da LNG. Caso um presidente ou responsável o retire da l10 antes do campeonato acabar o jogador está liberado gratuitamente.

Art. 14°  - Caso um jogador que terminou na l10 de um clube ao fim de um campeonato não encontre um time nas negociações pós-campeonato, o clube ou/e dono da sua multa pode não coloca-lo na l10 sem perder a multa desse jogador, porém a partir de que esse jogador encontre um clube, sendo ou não dentro do período de negociações, é obrigatório que o clube que o contrate ou o próprio jogador pague a multa a seu antigo clube.


Capítulo 6 - Empréstimos

Art. 1° - O jogador só poderá ir para outra equipe por empréstimos se o responsável da sua equipe atual o liberar, isso no caso de a janela de transferências estiver fechada, caso estiver aberta o jogador pode ir de empréstimo sem que tenha que pedir a liberação do dono atual pela sua multa.

Art. 1° Parte 2 - O custo de um empréstimo pode variar de 0 a 7 Câmbios (valor definido pelo time em que o jogador pertence).

Art. 2º - O empréstimo terá que ser renovado a cada período de transferências (Caso o jogador queira permanecer no clube por empréstimo).

Art. 3° - Empréstimos só serão validado com print's , do responsável liberando e deverá ser postado no tópico de cadastros do respectivo time, com o contrato de empréstimo também.

Art. 4° - O jogador pode ser emprestado durante o período de negociações ou ao decorrer de um campeonato.

Art. 5° - O máximo de jogadores emprestados que uma equipe pode ter é de 6 jogadores, caso tenha mais, o presidente da equipe é obrigado a devolver o jogador ao time que o emprestou até que na l10 tenha no máximo 6 jogadores.

Art. 6º - Para inscrever um jogador emprestado é preciso o jogador se encaixar em todos os artigos anteriores e pagar uma quantia de 2 câmbios por cada jogador emprestado, quantia que deve ser paga á LNG.

Art. 7° - Empréstimos que solicitam-se de cancelamento no período em que a janela de transferências estiver aberta não é preciso o pagamento de nenhuma taxa.

Art. 8° - Caso algum presidente ou responsável por clube descumpra qualquer regra acima, o mesmo será banido por tentativa de enganar á LNG.

Art. 9° - Caso um jogador que esteja de empréstimo em uma equipe seja banido, o empréstimo é cancelado e o jogador volta para o seu time que detém a sua multa para caso ele pague o desbanimento, poderá optar em pagar sua multa ao time que detém a mesma ou continuar no clube.

Art 10° - Caso um responsável por clube abandonar o mesmo  e tenha empréstimos no time, os empréstimos serão cancelados e os jogadores emprestados retornarão aos seus antigos clubes e optarão por ficar nesses clubes ou pagarem sua multa contratual. Não haverá multa para cancelamento neste caso.

Art. 11° - Caso uma pessoa empreste um jogador que não seja seu ela será banida por tentativa de enganar a LNG.


Capítulo 7 - Estrangeiros

Art. 1° - Só serão aceitos aqueles que provarem via Skype,Teamviwer ou fórum da LNG, que realmente são  estrangeiros.

Art. 2º - Para inscrever jogador estrangeiro não é preciso ser pago nenhuma taxa extra, ele será considerado como jogador de fora, sendo cobrado assim 2 câmbios por jogador estrangeiro colocado na l10.

Art. 3º - Um time pode ter ilimitado número de estrangeiros na l10.

Art. 4° - Caso um time tente enganar a LNG colocando um jogador que não é estrangeiro e sim brasileiro, o time corre risco de perder de 3 á 6 pontos na tabela e os responsáveis são banidos (caso for comprovado)


Capítulo 8 - Presidentes e Responsaveis de Clubes

Art. 1° - Cada equipe pode ter até 3 responsáveis por ela.

Art. 2° - O presidente e responsável devem honrar o manto do clube como o jogador, se assumirem uma equipe e prejudicá-la de qualquer forma/benefício próprio ou para terceiros, poderão ser banidos por  modismo.

Art. 3°
- O responsável ou presidente que colocar fake no próprio clube ou que jogue emprestando conta ou em fake nela ou em outra equipe qualquer com intenção de ultrapassar outro time na tabela estará assumindo o risco de seu time perder de  3 a 9 pontos pontos ou eliminação caso seja em mata-mata se comprovado o responsável é banido assim como as outras pessoas envolvidas.

Art. 4° - Colocando um time na LNG uma vez, o presidente do clube ou responsável não pode mudar o nome dele sem ter um motivo plausível para isso, caso seja aceito, é cobrado uma taxa de 10 Câmbios para a mudança de nome.

Art. 5° - Caso um responsável de time saia do clube , as multas dos jogadores atuais serão do presidente do clube (Caso o responsável deseje rescindir o contrato com o presidente).

Art. 6° - Em negociações um presidente por clube ou responsável que obtém o contrato multa de algum jogador, tem a prioridade de vender o jogador normalmente, caso oferecido empréstimo ele pode recusar a emprestar mesmo em negociações, porém a vender pela multa não se pode recusar, seguindo assim os artigos sobre negociações, ou seja um presidente de clube que pretende vender seu jogador em caso que ofereçam a compra por empréstimo pode optar por apenas vender o jogador normalmente (com a multa de 0 à 15c)

Art. 7° -
A hierarquia nos times se define assim:
Presidente do time > Responsáveis pelo Clube > Jogadores

Funções de um presidente de time:
- Fazer as estruturas do time
- Pode contratar/demitir jogadores
- Criar grupos do time
- Custear mudanças de l10's e multas.

Funções de um responsável de time:
- Treinar e levar o time para um jogo oficial
- Pode contratar/demitir jogadores
- Formar a l10
- Pode contribuir para custear as mudanças de l10's e multas
- Marcar jogos

Art. 8° - O presidente do time pode retirar os responsáveis do time, porém caso o responsável do time tenha contratos com os jogadores, o ex-responsável (s) pode emprestar os jogadores para outros times, seguindo o regulamento oficial da LNG.

Art. 9° - É definido como presidente do time, a pessoa que fizer as estruturas do time.

Art. 10° - Caso um presidente de time abandone o clube o novo presidente do clube será o responsável pelo clube (O presidente é banido por abandonar clube e o responsável passa a ser presidente).

Art. 11° - Só se pode ser presidente de time uma pessoa.

Art. 12° - O presidente do clube representa um exemplo responsável, porém ele tem o poder máximo no clube.

Art. 13° - Caso um presidente por um clube seja banido da LNG as multas de todos os jogadores que ele tem serão repassadas para o responsável, que se tornará presidente. Caso o time tenha mais de 1 responsável é a LNG que definirá entre eles o novo presidente do clube.

Art 14° - Um presidente ou/e responsável por clube não pode sair do comando do time por livre e espontânea vontade, o presidente não pode se destituir do clube, somente após o fim de um campeonato, já os responsáveis ou responsável só pode sair caso o presidente do clube o retire , caso contrário eles são banidos.

Art. 15° - Times que tomarem w.o (antes do ínicio do jogo) em fases finais (de mata-mata) terão que pagar multa de 10 Câmbios a LNG, caso não paguem em 7 dias após a punição terão seu presidente e responsáveis banidos. Em casos de w.o's tomados em final de campeonato (antes do inicio do jogo) o presidente e responsáveis são banidos por abandonar clube, sem pagamento de punição por w.o.

Art. 16° -  Todos os times inscritos na LNG tem o direito de abdicar um estádio feito pela entidade, ou seja nenhum clube é obrigado a ter um estádio e entrada, tendo em vista que a LNG pode e deve fornecer isso ao time.


Capítulo 9 - Organizadores da LNG

Art. 1° - Um membro da LNG com poderes (diretor ou superior) pode resolver casos que não apresentam solução com base no estatuto agindo com sensatez, responsabilidade e em conjunto com o restante da equipe da LNG, o vice-presidente e o presidente tem uma ação mais forte, em casos extremos ambos podem resolver com os mesmos quesitos citados a cima, mas sempre explicado e mostrando o lado certo da situação que o levou para aquele resultado.

Art. 2° - Todos os organizadores (Diretoria, investigação de fakes , vice e presidente) da LNG, que recebem câmbios, caso saiam da equipe, devem devolver todos os câmbios que tem em mãos, caso contrário, será calculado o valor que ele possui em mãos e receberá um banimento desse valor, e acrescentado o valor dos banimentos de tentativa de enganar á LNG e modismo.

Art. 3° - O estatuto está sujeito a ser modificado a qualquer momento pelo proprietário da LNG.

Art. 4° - Se for comprovado que tal membro da equipe da LNG está tentando tirar o superior para assumir o lugar dele, correrá o risco de perder o cargo e ser banido

Art. 5º - Erros da LNG em não reajuste e divulgação em l10’s (Jogadores irregulares não constatados na l10’s irregulares pela LNG, etc) podem resultar em remarcação de jogos.

Art. 6° - Descontos em banimentos podem ser feitos apenas pelo proprietário da LNG.

Art. 7° - Caso algum organizador da LNG fraude campeonatos, partidas , prêmios ou sorteios ele será banido da LNG.

Art. 8° - Diretor que é responsável/presidente por um clube não poderá resolver casos sobre o time dele.

Art. 9º -  O Habbo :Deletado:: é o proprietário da LNG e administrador do fórum, as moedas que a LNG receber devem ser controladas por ele. O presidente deve arrecadar o que os diretores arrecadaram e repassarão ao proprietário da LNG. Caso seja provado que o presidente ou diretores furtaram quaisquer que seja a quantia, os mesmos serão destituídos dos seus cargos e banidos da entidade.

Art. 10° -  O proprietário fará os troféus em uma conta com nome da LNG (LNG-OFICIAL) e repassará eles e os câmbios aos times vencedores.


Capítulo 10 - Taxa LNG

Art. 1° - Cada time que entrar na LNG, deve pagar de ínicio uma taxa definida pela LNG, á principio a sua l10 é de graça, porém apartir de mudanças de l10’s são cobradas as taxas normais relatadas anteriormente em outros artigos.

Art. 2° - As taxas cobradas com desbanimentos, multas de l10’s e inscrições são investidas em premiações dos demais campeonatos com troféus e premiações coletivas em câmbios.

Ver perfil do usuário

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo  Mensagem [Página 1 de 1]

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum